Olá visitante! Efetue o login para acessar sua conta.
Português (Brasil) Inglês (Estados Unidos) Espanhol (Espanha)
Apagar luzes
Acender luzes
Aumentar letra
Diminuir letra
Bulário Eletrônico (bula de remédios)

No bulário eletrônico (banco de dados com bula de remédios) você pode consultar a bula dos remédios e obter informações dos remédios que você compra em farmácias, todas organizadas em tópicos, como:

  • Apresentação, formas ou formulações dos remédios;
  • Composição - ingredientes e suas dosagens;
  • Informações ao paciente - como cuidados de armazenamento, prazo de validade;
  • Farmacocinética - o metabolismo do remédio no organismo;
  • Indicações e Contra indicações - condições em que pode ser usado ou deve ser evitado;
  • Precauções - cuidados a serem tomados durante o uso;
  • Gravidez - informações relacionadas ao uso durante a gestação e lactação;
  • Interações - dados sobre o uso concomitante com outras substâncias;
  • Reações adversas - efeitos colaterais possíveis ou esperados;
  • Posologia - dados sobre a dosagem e os intervalos de administração;
  • Supersodagem - sobre o uso excessivo ou em altas doses;
  • Informações adicionais;

Para pesquisar por uma bula, digite o nome do medicamento clique em "Pesquisar":

Lista de bula de remédios em ordem alfabética:

Deseja consultar o Preço do medicamento Gonol ou semelhantes antes de fazer a compra na farmácia?
Para ver o preço, escolha uma das opções abaixo:

Gonol - Bula

Bula do remédio Gonol.

Indicações de Gonol

Tratamento específico da gonorréia em dose única.

Efeitos Colaterais de Gonol

As mais comuns relatadas são náuseas, vômitos, diarréia e anorexia. Existem relatos de casos raros de pacientes que apresentaram alterações hematológicas (anemia, trombocitopenia, eosinofilia, leucopenia). Podem ocorrer reações de hipersensibilidade que vão desde erupções cutâneas até o choque anafilático.

Precauções

Recomenda-se o uso de antibiogramas para a definição da sensibilidade do(s) microorganismo(s) antes de qualquer tratamento com antimicrobiano. Antes do tratamento com ampicilina deve ser realizado anamnese completa para buscar histórico alérgico do mesmo tanto às penicilinas como cefalosporinas e outros agentes alergênicos. O uso em mulheres grávidas é contra-indicado, porém se não houver outro medicamento de escolha deve se fazer uma prévia avaliação médica dos fatores riscos/benefícios. Paciente idosos (acima de 65 anos) só devem fazer uso de Gonol sob rigoroso critério e acompanhamento médico. - Interações medicamentosas: o uso concomitante com alopurinol pode levar ao surgimento freqüente de erupções cutâneas. Quimioterápicos bacteriostáticos que inibem a síntese protéica (clindamicina, cloranfenicol, eritromicina, sulfonamidas, tetraciclinas) podem interferir com o efeito bactericida da ampicilina. A ampicilina pode diminuir a eficácia dos anticoncepcionais orais contendo estrogênio. A probenecida reduz a excreção e aumenta os níveis plasmáticos do ácido pantotênico, cetoprofeno, clofibrato, dapsona, indometacina, naproxeno, nitrofurantoína e rifampicina; além de aumentar e prolongar os efeitos anticoagulantes da heparina.

Apresentação

Caixa com 1 frasco de vidro âmbar com pó para suspensão oral extemporânea em dose única de 60 ml após reconstituição.

Composição

Cada frasco contém (após reconstituição comágua filtrada para 60 ml): ampicilina 3,5 g; probenecida 1,0 g; excipientes: amido de milho, sílica precipitada amorfa, parabenos e essência de morango.

Contraindicações

Para pacientes hipersensíveis a quaisquer penicilinas e à probenecida, mulheres grávidas ou em fase de aleitamento, portadores de discrasias sangüíneas, cálculos renais ou insuficiência renal grave.

Modo de Uso

O medicamento deve ser administrado após a reconstituição (para 60 ml), em uma única dose, por via oral, cerca de 30 minutos antes de uma refeição. - Superdosagem: obedecendo-se a posologia da dose única, a superdosagem é evitada. Em casos de ingestão acidental de maior quantidade do que a preconizada, e nos casos de hipersensibilidade recomenda-se: relativo à ampicilina: ao primeiro sinal de reação alérgica deve se administrar de 0,3 a 1 ml de adrenalina por via intramuscular, ou 0,2 ml intravenosa nos casos mais graves; a urticária pode ser tratada com corticosteróides orais; relativo à probenecida: fazer esvaziamento do estômago por aspiração e/ou lavagem; para controlar eventuais convulsões deve ser administrado diazepam (5 a 10 mg) por via intravenosa.

Laboratório

Lab. Neo Quím. Com. e Ind. Ltda.

Atenção: as informações sobre os remédios que estão contidas no bulário eletrônico devem ser utilizadas apenas como referência. Sempre dê preferência à bula que acompanha seu remédio e somente utilize remédios após consultar um profissional de saúde!
Atendimento ao cliente
Atendimento ao cliente
Offline
Sobre o QR Code
Contato para parceria
Parceiros
Site: crm.org.br Site: portalsaude.saude.gov.br Site: SUS Site: www.brasil.gov.br